Cidades

Prefeitura apoia realização do espetáculo ?Antero?, que estreia hoje

Publicados

em


Em coletiva de imprensa, na sede da Fundação Cultural Maria das Dores Campos, integrantes da Cia Express?arte falaram sobre a expectativa de estreia do espetáculo ?Antero?. O espetáculo será apresentado hoje, 16, à meia noite, no anfiteatro do Campus Catalão da Universidade Federal de Goiás. 
De acordo com o diretor executivo da Cia em Catalão, Evandro da Costa Neto, cerca de 30 pessoas, entre elenco e produção, estão envolvidos na montagem da peça, que foi preparada durante 11 meses.  O cenário e o figurino remetem à década de 1930. 
O grupo, criado em 1999 na Cidade de Goiás, que tem filial em Catalão, trabalha na montagem da peça desde 2002. A história de Antero da Costa Carvalho é uma das mais conhecidas de Catalão. O poeta e comerciante do ramo de farmácia foi torturado e morto na década de 1930, acusado de ter assassinado Albino Felipe, rico fazendeiro da época, crime que não teria cometido. Antero foi retirado da cadeia, linchado e morto de forma cruel. Desde então, passou a ser visto como mártir e até como um santo milagroso pelo sofrimento que passou.  
O espetáculo conta com apoio da Prefeitura de Catalão, que doou R$ 7,9 mil para a Cia Express?arte por intermédio da Fundação Cultural Maria das Dores Campos. ?Apesar de o espetáculo ter sido planejado desde antes da definição da programação do aniversário da cidade, por determinação do prefeito Jardel Sebba, que reconhece a importância dessa história e do empenho do grupo para a montagem de ?Antero?, pudemos contribuir com esta verba?, explicou Rafael Purcina, presidente da fundação. 
Após a estreia, as apresentações serão na sexta, 23, às 20h, no sábado, 24, às 17h e 21h, e no domingo, 25, às 19h. Os ingressos custam R$ 15,00 e podem ser adquiridos na Fundação Cultural, Revistaria Almanaque (Catalão Shopping), @kitem ? Lan House (em frente a UFG) e em Gabriela Bitencourt Cabeleireiros. 

Comentários do Facebook

Cidades

Agência de Regulação assina o Termo de Compromisso de Gestão do Terminal Rodoviário de Almas

Com o termo, a prefeitura tem o direito de usar, administrar e explorar, inclusive comercialmente, o terminal, devendo zelar por seu funcionamento, conservação, manutenção e limpeza

Publicados

em

Por


O presidente da Agência Tocantinense de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (ATR), Edson Cabral; e o prefeito do município de Almas, Wagner Nepomuceno, assinaram nesta segunda-feira, 29, o Termo de Compromisso de Gestão do Terminal Rodoviário de Almas.

Com o termo, a prefeitura tem o direito de usar, administrar e explorar, inclusive comercialmente, o terminal, devendo zelar por seu funcionamento, conservação, manutenção e limpeza. Já à ATR compete a regulação, o controle e a fiscalização de todos os terminais rodoviários de passageiros e do cumprimento dos termos de cessão de uso.

Na assinatura, o presidente da ATR destacou a preocupação do Governo do Tocantins em relação à situação dos terminais. O gestor pontuou que a Agência vem buscando realizar um levantamento da situação das rodoviárias em todo o Estado, para buscar com os municípios, a garantia do pleno funcionamento destes locais. ?Como agência reguladora, é nossa preocupação, principalmente nesse período de pandemia, que os terminais possam estar bem conservados, garantindo ao usuário dos serviços um ambiente saudável e seguro?, disse.

Essa também foi a preocupação expressa pelo prefeito Wagner Nepomuceno, ao enfatizar que a assinatura permite a regularização da administração do Terminal, a reforma e que a limpeza das instalações e sanitários do terminal serão providenciadas, já nos próximos meses.

Além do prefeito, estiveram presentes no ato da assinatura do Termo, o gerente de Regulação, de Transportes e Terminais Rodoviários da ATR, Carlos Alberto; e o gerente Municipal de Convênios GMC da Prefeitura de Almas, Uhallas Divino.

 

Ravena Santiago/Governo do Tocantins

Comentários do Facebook
Continue lendo

Cidades

Tocantins alcança segundo melhor conceito no Ranking Transparência no Combate à Covid-19

Com isso, alcançou 79,7 pontos fazendo com que a transparência das contratações emergenciais no período da pandemia no Estado alcançasse a classificação ?bom?, o segundo melhor conceito no ranking

Publicados

em

Por


Foto:Antônio Gonçalves/Governo do Tocantins

O Governo do Tocantins avançou 23 pontos na segunda rodada do ?Ranking Transparência no Combate à Covid-19?, promovido pela ONG Transparência Internacional – Brasil (TI). Com isso, alcançou 79,7 pontos fazendo com que a transparência das contratações emergenciais no período da pandemia no Estado alcançasse a classificação ?bom?, o segundo melhor conceito no ranking.

O estudo, divulgado nesta segunda-feira, 29, avalia a adequação e a transparência das informações relativas às contratações emergenciais por parte dos 26 governos dos estados, do Distrito Federal e das 26 capitais brasileiras. O resultado bom vai de 60 a 79 pontos e o ótimo de 80 e 100 pontos.           

?Faltaram apenas 0,3 décimos para alcançarmos o conceito máximo, que é o ?ótimo?, por isso, esse resultado é motivo de comemoração para nós. Isso é reflexo de todo um esforço para que as informações sejam disponibilizadas com mais objetividade e fácil acesso. Nosso trabalho é garantir a máxima eficácia na transparência pública da gestão, por isso continuamos trabalhando para chegar ao topo desse ranking?, destaca o secretário-chefe da Controladoria-Geral do Estado (CGE), Senivan Almeida de Arruda. 

Ranking

Na 16ª posição do ranking entre os 26 estados e o Distrito Federal, o Tocantins ficou ao lado do Pará e tomou a dianteira de dez estados brasileiros, sendo estes Rio Grande do Norte, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Piauí, Paraíba, Sergipe, Acre, Rio de Janeiro, Bahia e Roraima.  

 

Val Rodrigues/Governo do Tocantins

Comentários do Facebook
Continue lendo

Cidades

Governo de Goiás mantém destaque em ranking da Transparência Internacional

O Governo de Goiás subiu mais dez pontos no ranking divulgado hoje (29/6) pela Transparência Internacional/Brasil em relação à transparência dos dados sobre as contratações emergenciais no combate à Covid-19. O Estado continua entre os primeiros colocados no país – é o quinto , com 94,9 pontos e classificado como ótimo em escala que vai até 100. Na avaliação anterior, publicada em maio, Goiás estava com 84,8 pontos, também nas primeiras colocações

Publicados

em

Por


O ranking da Transparência Internacional levanta mensalmente as informações disponíveis nos portais da transparência de todos os estados e capitais relativas às aquisições de bens e serviços emergenciais para combater o coronavírus. O Governo de Goiás, por meio da Controladoria-Geral do Estado e da Secretaria da Saúde, criou em seu Portal da Transparência (www.transparencia.go.gov.br) o CoronaTransp, que reúne todas informações sobre os investimentos de recursos financeiros no enfrentamento da pandemia e sobre os dados epidemiológicos.
Nos painéis do CoronaTransp relativos às compras, base das avaliações do ranking, estão disponíveis dados abertos sobre a quantidade de itens, empresa vencedora, valor e órgão que fez a aquisição, além de um campo de busca com detalhes do objeto, descrição do item, órgão e nome do credor. É possível tabular e demonstrar os ganhadores das licitações e os valores investidos na aquisição dos produtos ou serviços. Todos os dados são extraídos do sistema de compras governamentais, o ComprasNet.
É determinação do governador Ronaldo Caiado que essa administração tenha a transparência dos atos como um de seus principais objetivos, para que a sociedade tenha clareza de como são investidos os recursos dos impostos. O Portal da Transparência de Goiás também é o primeiro colocado nacional, com 100 pontos, no ranking da Open Knowledge Brasil, que avalia o grau de transparência dos dados epidemiológicos.
Para tabular a pontuação dos estados, a Transparência Internacional/Brasil busca informações em portais dedicados às contratações emergenciais, no portal oficial do governo, no portal da transparência e nas redes sociais, entre outros. São avaliadas as informações disponíveis sobre as compras emergenciais, formatos em dados abertos, legislação, além de ações para controle social, tais como link para a Ouvidoria e possibilidade de pedido de acesso à informação. Goiás está bem pontuado em todas as tabelas.
Os dados desse ranking foram coletados nos sites oficiais e nas redes sociais dos governos entre os dias 15 e 18 de junho. A Transparência Internacional é uma organização não-governamental dedicada ao combate à corrupção. Com a sociedade civil, atua para promover a conscientização e o engajamento cidadão para o controle social da corrupção. Com os governos, empresas e organizações internacionais, desenvolve programas efetivos que ataquem este problema de forma sistêmica e que promovam conquistas duradouras e sustentáveis.
Com a Transparência Internacional/Brasil, Goiás já participa, juntamente com outros seis estados, do projeto Integridade nos Estados Brasileiros: uma iniciativa que visa cooperar com os governos estaduais no desenvolvimento de planos de enfrentamento da corrupção e promoção da integridade. Um dos motivos do desenvolvimento desse projeto é a qualidade e o estágio atual do Programa de Compliance Público do Poder Executivo do Estado de Goiás (PCP), um dos principais programas de integridade desenvolvidos no Brasil.

 

Governo de Goiás mantém destaque em ranking da Transparência Internacional

 

Comunicacaocge

Comentários do Facebook
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

ECONOMIA

NACIONAL

MAIS LIDAS DA SEMANA