Política

#MORRINHOS : Caiado inaugura readequação de aeródromo, área de assepsia do Corpo de Bombeiros e batalhão da PM

Publicado

em

Governo de Goiás alcança 20 aeródromos reformados, de um total de 28, em dois anos e meio. Setor destinado à desinfecção de ambulâncias e outros veículos oficiais oferece mais segurança a servidores e à população. Entregues mais 13 viaturas da nova frota da Polícia Militar.

“Mandato não foi feito para projeto de poder pessoal, mas para prestar conta à população e, a cada dia, melhorar a vida de todos, em cada quadrante de Goiás”, diz governador

O governador Ronaldo Caiado inaugurou, na manhã desta quarta-feira (21/07), série de obras e benefícios no município de Morrinhos, Sul goiano. A primeira delas foi a readequação do aeródromo do município. Também instalou o 36º Batalhão da Polícia Militar, com entrega de 13 viaturas, e vistoriou a nova Área de Assepsia da 12ª Companhia Independente Bombeiro Militar.

“Mandato não foi feito para projeto de poder pessoal, mas para prestar conta à população e, a cada dia, melhorar a vida de todos, em cada quadrante de Goiás”, reforçou Caiado.

As ações executadas pela Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra) no aeródromo incluem a elaboração do plano básico de zona de proteção, revitalização da sinalização horizontal e vertical, regularização das faixas de pistas, varredura mecanizada da pista de pouso e pátio de aeronaves, construção do indicador horizontal de vento (biruta) e pequena reforma do terminal de passageiros. Foi investido aproximadamente R$ 100 mil nas adequações da unidade.

“Mais um aeródromo reformado, sinalizado e entregue para ter aqui qualidade de pouso, com total segurança”, destacou o governador Ronaldo Caiado durante vistoria da pista. Caiado ressaltou ainda que este é o 20º aeródromo reformado em seu mandato. De acordo com o planejamento da Goinfra, ao todo, 28 aeródromos serão contemplados com serviços de reestruturação. “Esse é nosso compromisso até o final do mandato. Faltam oito e ainda temos mais um ano e meio”, declarou.

A liberação de pousos e decolagens ocorrerá após homologação do espaço pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O processo está sendo executado pela Goinfra e tem como etapa final a vistoria presencial dos técnicos da Anac, programada para os dias 29 e 30 de julho. Os representantes da agência reguladora avaliarão se o aeródromo cumpre com os requisitos de segurança operacional para a liberação do tráfego.

O início do processo de regularização só foi possível após as melhorias executadas nos últimos 12 meses. Há 10 anos o local perdeu a habilitação para receber aeronaves. “É um aeródromo estratégico e importante para o turismo, para a cidade de Morrinhos, e que agora está pronto para receber a visita da Anac”, explicou o presidente da Goinfra, Pedro Sales.

Polícia Militar
Durante a manhã, o governador também participou da cerimônia de instalação do 36º Batalhão da Polícia Militar de Morrinhos (36º BPM), que substituirá a 10ª Companhia Independente de Polícia Militar. A mudança é resposta a uma demanda antiga da região e segue o planejamento de ações técnicas e estratégicas adotadas pelo Governo de Goiás.

“A inauguração deste 36º Batalhão dá a Morrinhos um destaque na área da segurança”, diz governador. “Cada vez mais nós estaremos atentos para que a segurança pública em Goiás, hora alguma, seja quebrada e que o cidadão de bem vai se sentir respeitado onde ele estiver”, ressaltou. “Sempre foi um sonho de todo morrinhense”, acrescentou.

O 36º BPM foi instalado no prédio onde antes funcionava a 10ª CIPM. O local passou por ampla reforma, com substituição das janelas, nova pintura, construção de 100 metros de muro, novo estacionamento, instalação de um reservatório, com capacidade para 10 mil litros de água e recapeamento asfáltico. Foram ainda adquiridos novos aparelhos de ar-condicionado e equipamentos de informática.

Para o secretário de Estado de Segurança Pública, Rodney Miranda, a atuação na segurança tem sido estratégica. “Temos implementado uma segurança técnica em que nós pegamos o mapa criminal e alocamos, instalamos, completamos, fazendo as alterações nas localidades do nosso efetivo”, pontuou. “Uma das nossas principais marcas também é a integração”, completou ao mencionar a política de cooperação entre as forças policiais do Estado e demais esferas públicas que atuam com políticas de segurança.

A obra inaugurada durou 45 dias e foi realizada em parceria com a Prefeitura Municipal de Morrinhos. Além de recursos da administração municipal, o investimento contou com aporte financeiro da Câmara Municipal de Morrinhos, Poder Judiciário e com doações feitas pela população local. “A parceria que nós temos é um somatório. Quem ganha mais é a sociedade, na melhoria da sua qualidade de vida”, afirmou Rodney Miranda ao mencionar o estabelecimento de suporte integrado para promover melhorias no serviço público.

O 36º BPM será diretamente subordinado ao 19º Comando Regional e será responsável pelo policiamento nos municípios de Morrinhos, Pontalina, Professor Jamil, Cromínia e Mairipotaba. A unidade terá como comandante o Tenente-coronel da PM Werik Ramos.

Durante a solenidade, também foram entregues 13 novas viaturas, sendo 11 modelos Duster, um Argo e uma Amarok. Os veículos serão usados para atender às demandas da região e fazem parte da frota renovada, com substituição iniciada em março deste ano. Ao todo, serão entregues 2.689 viaturas de forma gradual, até o final de 2021. Os novos veículos deverão gerar economia anual de mais de R$ 22 milhões aos cofres públicos.

O comandante do 19º Comando Regional da PM (19º CRPM), coronel Durvalino Câmara dos Santos Júnior, falou sobre os avanços da área. “Nosso governador está preocupado com o policial que combate o crime na rua, porque é ele que nos dá a segurança para continuarmos caminhando e zelando pela sociedade”, reconheceu. Câmara ainda destacou os resultados na região. “Estamos há 71 dias sem homicídios”, informou. O 19º CRPM possui 12 cidades jurisdicionadas, entre elas, Caldas Novas, Morrinhos, Pontalina e Piracanjuba.

O prefeito de Morrinhos, Joaquim Guilherme, defendeu o trabalho conjunto e expressou sua vontade em atuar ao lado de Caiado para atender às demandas que são “importantes para a comunidade”. “Como homens públicos, temos que andar juntos, uns ajudando aos outros, somando para que o progresso chegue”, assinalou. “As parcerias devem acontecer”, completou.

O secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tiago Mendonça, é natural de Morrinhos e acompanhou as entregas na área da segurança. A instalação do batalhão é a realização de um “sonho de mais de 20 anos”, segundo Mendonça. “O governador vai entregar ao Estado de Goiás de novo ao povo goiano, com muita honestidade e muita dedicação”, defendeu o secretário ao citar a conquista tão aguardada pelos morrinhenses.

O deputado federal por Goiás, José Mário Schreiner, enalteceu a conduta de Caiado como propulsor de parcerias. “Um homem que tem quase 40 anos de vida pública, talhado na verdade, na correção e, acima de tudo, que trabalhou e se preparou muito para ser governador do Estado. Esse é o grande conceito”, defendeu.

“A transformação não é simplesmente toda a estrutura física de novos equipamentos. Algo muito mais valoroso do que isso, e que o dinheiro não compra, o senhor conquistou, que é o respeito e a confiança de todos os policiais do Estado de Goiás”, destacou o deputado estadual Maycllyn Carreiro. O deputado estadual Coronel Adailton elogiou a autonomia conferida por Caiado ao efetivo policial. “Autoriza que o secretário tome as decisões, que os comandantes planejem e organizem as operações e, principalmente, que nossos praças que estão nas ruas executem a missão”, salientou.

Corpo de Bombeiros
Caiado também inaugurou a Área de Assepsia da 12ª Companhia Independente Bombeiro Militar. O governador conheceu as dependências do local destinado à lavagem e desinfecção de veículos oficiais, como ambulâncias do Corpo de Bombeiros, do Samu e da rede municipal de saúde, viaturas de polícia e do Corpo de Bombeiros. O objetivo é diminuir os riscos de contaminação por doenças infectocontagiosas.

O novo setor funciona em área de 215 m². Além de ambientes adequados para lavagem e desinfecção de viaturas e materiais pré-hospitalares, a estrutura conta com anexo para lavanderia de fardamentos dos militares que estiverem saindo de plantão. O local possui sistema de captação de água da chuva, com reserva técnica de 15 mil litros.

Para o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás, coronel Esmeraldino Jacinto de Lemos, a entrega da Central de Assepsia é um avanço para profissionalizar o atendimento feito ao cidadão. “Vai dar uma condição digna para tratar o cidadão de uma forma muito profissional. A gente precisa dar profissionalismo aos nossos bombeiros na hora de atender as vítimas, utilizando nossas viaturas de resgate”, declarou. Lemos enalteceu a junção de forças para viabilizar a entrega da nova estrutura. “De mãos dadas nós somos muito mais fortes. Unidos nós construímos muito pela sociedade”, concluiu.

Ao todo, foram investidos R$ 289.609,09, sendo R$ 210.181,64 de recursos do Governo de Goiás, por meio do Fundo Especial Municipal de Reaparelhamento do Corpo de Bombeiros Militar do Estado (Fembom), além de apoio da Prefeitura Municipal de Morrinhos, Poder Judiciário, Ministério Público e iniciativa privada.

Recapeamento GO-213
O governador Ronaldo Caiado assinou, nos atos solenes do período da manhã, a ordem de serviço para recapeamento da GO-213, no valor de R$ 912.362,00. A obra vai atender o perímetro urbano de Morrinhos e complementa os serviços que já foram executados em Caldas Novas e Rio Quente.

“Esse é um compromisso que nós temos. A GO-213 passa a ser uma referência. Toda feita com massa de CBUQ, toda sinalizada”, afirmou Caiado. “Essa iniciativa coroa um conjunto de obras importantíssimo para a região e que eu tenho certeza que vai entregar condições de trafegabilidade muito mais vantajosa”, acrescentou Sales.

Estiveram presentes à solenidade também o chefe de gabinete da Vice-Governadoria, Flávio Inácio, representando o vice-governador de Goiás, Lincoln Tejota; o secretário de Estado da Retomada, César Moura; o presidente da Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária de Goiás (Emater Goiás), Pedro Leonardo; o presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Lucas Fernandes; o comandante geral da Polícia Militar do Estado de Goiás, coronel Renato Brum; o subcomandante geral da Polícia Militar do Estado de Goiás, coronel André Henrique Avelar de Sousa; a primeira-dama de Morrinhos, Eneida Figueiredo.

Ainda acompanharam o evento o vice-presidente da Agehab, Luiz Sampaio; o representante do senador Luiz do Carmo, Mack Almeida; o presidente da Câmara Municipal de Morrinhos, Professor Cayto e os vereadores Atualber Alves, Wellington Fernandes, Wesley Santos, Cristiano Pereira, Professor Anselmo, Ronaldo Romero, Wellington Neném, Alex de Souza, Antônio de Oliveira, Leandro Alves e Sirlene Estevão; os ex-prefeitos da cidade Rogério Trancoso e José Novato; a coordenadora regional de educação de Morrinhos, Walkyria Romano; o superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Goiás (Senar Goiás), Dirceu Borges; o superintendente do Vapt Vupt, Dioji Ikeda; os prefeitos municipais Edson Guimarães (Pontalina), Ana Paula Lima (Rio Quente), José Carlos (Água Limpa), Zezinho Vieira (Goiatuba), André Chaves (Buriti Alegre), Gilvander Pereira (Cromínia), Solimar Cardoso (Marzagão), Carlos Henrique (Mairipotaba), Dione Araújo (Itumbiara) e Kleber Marra (Caldas Novas).

Participaram ainda o comandante do 36° Batalhão da Polícia Militar (36° BPM), tenente-coronel Werik Ramos; o comandante do 19° Comando Regional da Polícia Militar (19° CRPM), coronel Durvalino Câmara; o comandante do 7° Comando Regional Bombeiro Militar (7° CRBM), coronel Pablo Frazão; os delegados Fabiano Jacomelis e Rafael Borges; o diretor-geral do Câmpus Inhumas do Instituto Federal de Goiás (IFG), Luciano dos Santos; o diretor de Relações Institucionais do Grupo Rio Quente Resorts, Munir Calaça; o presidente da Associação Comercial e Industrial de Morrinhos, Fernando José de Melo; o presidente do Sindicato Rural de Morrinhos, Artur Chiari; o ex-vereador da cidade, Paulinho do Eleneis; o juiz de Direito, Diego Custódio Borges; a promotora de Justiça, Jonisi Figueiredo; o padre da Paróquia Nossa Senhora do Carmo, Roger Evangelista Rodrigues, além de demais integrantes das forças de segurança pública, autoridades políticas e convidados.

Fotos: Júnior Guimarães e Cristiano Borges / Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

Comentários do Facebook

Cidades

Iris Rezende integra a décima geração dos Naves brasileiros

Publicados

em

Os estudos sobre famílias ainda são reduzidos e pouco divulgados em Goiás, o que torna a genealogia um tema distante das pessoas que, ao serem confrontadas com um dado novo, que as aproxima de uma pessoa que ele nunca imaginava, ficam assustadas, sem uma resposta.

Ontem, ao ser divulgado o falecimento do ex-governador e ex-prefeito de Goiânia Iris Rezende Machado e alguns parentes divulgarem a nossa afinidade, muitos ficaram perdidos diante do fato novo.

Mas é novo para quem não tem familiaridade com a questão, pois o próprio Iris Rezende Machado mesmo sempre foi muito ligado à família e fazia questão de falar sobre o assunto.

Hoje, depois de alguns anos de pesquisas e muita dedicação de muitos nessa jornada, temos a árvore genealógica dos Naves brasileiros.

A história começa aproximadamente em 1650 quando um jovem português, João de Almeida Naves, então com uns 26 anos, resolve vir para o Brasil e aqui se fixar, constituindo família. É o primeiro Naves conhecido, com documentos registrando sua trajetória. Um desses primeiros registra seu casamento em São Paulo, em 1653, com a paulista Maria da Silva Leite, e também o nascimento em Santana do Parnaíba, SP, em 1654, do primeiro dos seus 10 filhos conhecidos, Baltazar, que recebeu o nome em homenagem ao avô paterno, português, que não veio para o Brasil.

Já são 370 anos dos Naves no Brasil. A primeira geração é formada pelo casal João de Almeida Naves e Maria da Silva Leite, que teve 10 filhos, que integram a segunda geração. Dessa segunda geração, apenas a sétima filha, Florência da Silva Naves, que nasceu onde o casal se fixou, Santana do Parnaíba, mas ainda não se descobriu essa data, deu sequência à família. Ela se casou em 1714 com Domingos Lopes da silva, natural de Angra dos Reis (Macucu), RJ, em data também ainda não conhecida, e tiveram um único filho, que, como homenagem, ganhou o nome do avô materno, João de Almeida Naves. Ele igualmente é de Santana do Parnaíba e formou a terceira geração.

João de Almeida Naves, neto, ao se casar com Luzia Moreira de Afonseca, de Taubaté, SP, forma com seus oito filhos a quarta geração, quando a família se muda para Lavras, MG. Desses filhos, o sétimo, João Naves Damasceno, que nasceu em Carrancas, MG, em data ainda não conhecida, e que faleceu em Lavras, casou-se em 24 de fevereiro de 1786 com a mineira de Prados, Anna Victoria de São Thomé, e deram prosseguimento à família. Eles tiveram 12 filhos, que formam a quinta geração dos Naves brasileiros, e dois, com idades próximas, Venâncio José Naves, de 1796, e José Francisco Naves, de 1798, decidem vir para o Triângulo Mineiro. Eles possivelmente geraram uma lenda que era contada pelos mais velhos como a história da família, de que dois portugueses teriam vindo de navio, sem nome e ao chegarem ao Brasil adotaram Naves como sobrenome. Hoje se sabe que eles eram brasileiros e apenas se mudaram do Planalto do Sudeste de Minas Gerais para o Triângulo Mineiro, numa distância aproximada de 470 km.

Para ficar mais claro, peguei dois núcleos familiares, o meu e o de Iris Rezende, que se formaram a partir de um casal dos integrantes da quinta geração.

José Francisco Naves casou-se duas vezes e teve 19 filhos, dos quais 13 com a primeira, Anna Roza de Jesus, e que formam a sexta geração. Desses, dois, Antônio Joaquim Naves, conhecido como Antonino, de 1842, e Messias Candida de Jesus Naves, de 1843, já naturais de Araguari, MG, geraram filhos (sétima geração), que vieram para Goiás.

Antônio Joaquim Naves casou-se com a prima Anna Rosa Naves de Oliveira, mineira de Bom Sucesso, e tiveram 12 filhos, dentre os quais Elvira Rosa Naves, que nasceu em Nova Ponte, MG, em 1881, que integra a sétima geração. Messias Cândida Naves casou-se com Mariano Pereira Cardoso e tiveram cinco filhos, dentre os quais Maria Naves de Assumpção, que nasceu em Estrela do Sul, MG, igualmente passando a integrar a sétima geração.

Elvira Rosa Naves casou-se com o primo José Rodrigues Naves, de Araguari, de 1876, e tiveram nove filhos, dentre os quais José Rodrigues Naves Júnior, que também nasceu em Araguari, em 1915, formando a oitava geração; e Maria casou-se com Francisco José Carneiro, de Nova Ponte, e tiveram cinco filhos, dentre os quais a mais velha, Isabelina Naves Carneiro, igualmente formando a oitava geração.

José Rodrigues Naves Júnior veio em 1935 para a Goiânia que nascia, casou-se com a trindadense Maria Luiza Naves e o casal teve nove filhos, dentre os quais Jales Rodrigues Naves, que nasceu em Goianira, GO, em 16 de abril de 1950, e faz parte da nona geração. Isabelina Naves Carneiro casou-se com Limírio Pereira Machado e eles tiveram nove filhos, dos quais o segundo, Filostro Machado Carneiro, que nasceu em 1907, em Caldas Novas, GO, também formou a nona geração.

Jales Naves casou-se com a mineira de Ituiutaba, Heloísa Aparecida Machado, e tem três filhos, dos quais o caçula tem o nome do pai, nasceu em Goiânia, em 16 de março de 1988, e integra a décima geração. Filostro casou-se com Genoveva Vieira de Rezende, de Buriti Alegre, GO, de 1911, e o casal teve cinco filhos, sendo o segundo, Iris Rezende Machado, que nasceu em Cristianópolis, GO, em 1933, também integrante da décima geração dos Naves.

Jales Naves Júnior é solteiro e Iris casou-se com sua homônima Iris Araújo, e tiveram três filhos, estes formando a décima primeira geração.

Mesmo não assinando Naves, que ficou apenas com sua avó materna, Iris Rezende Machado não deixa de ser um integrante da família e fazia questão de ressaltar esse detalhe.

O seu primeiro voto para Vereador em Goiânia, como sempre falou, foi para o primo José Rodrigues Naves Júnior, que todos tratavam de Zé Navinho, e conquistou naquelas eleições municipais, em 1954, seu terceiro mandato à Câmara Municipal de Goiânia, pelo partido de oposição, a União Democrática Nacional (UDN). Por essa experiência e pelo bom relacionamento que já tinham construído, Iris o tornou seu conselheiro político e o procurou para falar de suas pretensões, que queria ingressar na política partidária. Naves Júnior, com sua experiência em eleições, sugeriu que Iris entrasse numa grande agremiação. Na época, três predominavam nos pleitos: a UDN, o Partido Social Democrático (PSD), então no governo, e o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), de expressão nacional, ligado ao getulismo. A sua opção foi pelo PTB, quando se elegeu Vereador por Goiânia pela sigla trabalhista. A partir daí construiu a mais brilhante trajetória de um político goiano: Vereador, Deputado Estadual, Prefeito de Goiânia (quatro mandatos), Governador do Estado (dois mandatos), Senador da República por Goiás e, em nível nacional, conquistou dois ministérios: da Agricultura, no Governo José Sarney, e da Justiça, no Governo Fernando Henrique Cardoso.

No plano familiar, sempre esteve próximo das iniciativas dos parentes. Quando começamos a realizar um trabalho de organização da família ele de pronto se colocou à disposição, participou de um encontro realizado na chácara dos Naves, em Goiânia, quando fez questão de pagar a taxa de inscrição, e foi um dos primeiros a fazer sua assinatura da revista “Família Naves”. Inclusive, comentando em família essa publicação, que sempre elogiou, separou algumas fotos de seu núcleo familiar e as enviou à direção da publicação, que inseriu uma delas na capa da edição nº 4 do periódico. Um dos políticos mais próximos de Iris, Lívio Luciano Carneiro de Queiroz, que foi deputado estadual e Secretário de Comunicação da Prefeitura de Goiânia numa de suas gestões, é bisneto de Isabelina Naves Carneiro. Em sua última gestão na Prefeitura de Goiânia Iris levou uma prima, a médica Fátima Mrue, filha de Elvira Naves Mrué, uma renomada estudiosa da sua área, para ser a Secretária Municipal de Saúde.

Essa é sua ligação com a família e assim foi sua relação com os familiares Naves.

*Jales Naves, jornalista e escritor, presidiu a Associação Goiana de Imprensa (AGI) em dois mandatos consecutivos (1985-1991) e integra a Academia de Letras e Artes de Caldas Novas (Cadeira nº 30), o Instituto Histórico e Geográfico de Goiás (Cadeira nº 34) e o Instituto Cultural e Educacional Bernardo Élis para os Povos do Cerrado.

Comentários do Facebook
Continue lendo

Geral

Lideranças do MDB de Goiânia defendem candidatura própria ao governo de Goiás

Publicados

em

MDB quer Gustavo na cabeça
Evento contou com a participação de várias lideranças do MDB

A defesa da candidatura própria do MDB ao governo de Goiás em 2022 ganhou na noite desta sexta-feira, 10, o apoio de lideranças do partido na capital.

“O MDB não pode aderir a chapa branca do governo”, sentenciou o deputado estadual e secretário-geral do Diretório Estadual, Paulo Cézar Martins, que organizou o encontro.

O presidente da Fundação Ulysses Guimarães em Goiás, Ênio Salviano, defendeu candidatura própria do partido e que o prefeito de Aparecida, Gustavo Mendanha, seja o cabeça desta chapa. “O MDB está preparado para governar Goiás e o prefeito da segunda maior cidade do estado tem todas as condições de ser o sucessor dos ex-governadores emedebistas Mauro Borges, Henrique Santillo, Iris Rezende e Maguito Vilela”, recordou o presidente da fundação responsável pela formação dos quadros emedebistas.

Todos os oradores defenderam candidatura própria seja do prefeito de Aparecida ou do presidente estadual do MDB, Daniel Vilela, e repudiaram a possibilidade de aliança com adversários históricos do MDB, como o governador Ronaldo Caiado (DEM).

Presente na reunião, Gustavo Mendanha reforçou a defesa da candidatura própria do MDB e disse que segue o conselho dos eternos líderes do MDB goiano. “Time grande tem que disputar o campeonato. O MDB é grande, forte e tem a responsabilidade de devolver a alegria ao povo goiano”, ressaltou Gustavo, que apesar dos pedidos de diversas lideranças ainda não se apresenta como pré-candidato.

Comentários do Facebook
Continue lendo

Política

Gustavo Mendanha consolidando sua candidatura a Governador de Goiás

Publicados

em

Nesta quarta-feira, 25/08, Gustavo Mendanha participou ao lado do ex-Presidente da República Michel Temer e do Presidente Nacional do MDB, Baleia Rossi, do lançamento do projeto “Todos por um só Brasil” do MDB Nacional.

O documento, elaborado pela Fundação Ulysses Guimarães, reúne ideias para nortear os programas de governo dos candidatos do MDB em nível nacional e estadual.

Durante o encontro o ex-Presidente do Brasil e do MDB Nacional, disse “Um Estado importante como Goiás, que teve por diversas vezes um Governador do partido, o MDB teve candidatura própria em todas as eleições do estado, não é dessa vez que vai ficar de fora”.

Mendanha demonstra força com a executiva nacional do MDB, e deve ter sua candidatura consolidada para Governador do Estado de Goiás. Gustavo é prefeito de Aparecida de Goiânia, o maior município governado pelo MDB na Região Centro Oeste do Brasil.

Gustavo Mendanha deve receber apoio de vários prefeitos que foram expulsos pelo presidente do MDB, de cidades importantes de Goiás. Daniel expulsou prefeitos que apoiaram Caiado em 2018, e que podem estar contrariados com a aproximação de Caiado com Daniel.

Comentários do Facebook
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

ECONOMIA

NACIONAL

MAIS LIDAS DA SEMANA